Postagens

Mostrando postagens de 2017

"Evolução Rápida"

Imagem
Cientistas estão investigando um incrível caso de "evolução rápida" ocorrido com um réptil brasileiro. Nos últimos 15 anos, um pequeno lagarto da espécie Gymnodactylus amarali teve a sua cabeça aumentada em 4% como uma adaptação para comer cupins após o desaparecimento dos lagartos maiores das ilhas por conta da construção de uma usina hidrelétrica. Ainda que se conheçam outros exemplos de evolução rápida, o caso do lagarto é excepcional, porque mostra o impacto da atividade humana na transformação das espécies
Quando se fala em evolução nos vem logo à cabeça a ideia de um processo gradual que pode levar milhões de anos para se desenvolver. Pelo menos era assim que se pensava até agora. Cientistas estão investigando um incrível caso de "evolução rápida" ocorrido com um réptil brasileiro, provando que, em alguns casos, os mecanismos que levam à evolução das espécies não precisam demorar milhões de anos para atuar.  De acordo com um estudo recente publicado na PNAS, …

Novos Nomes Para Divulgar e Preservar

Imagem
Especialistas espanhóis propõem uma revisão dos nomes comuns de 258 espécies de borboletas que ocorrem na Espanha com o propósito de aproximá-las do conhecimento do público em geral. A iniciativa visa contribuir para a divulgação e conservação das espécies destes insetos no país. Segundo os especialistas, muitos dos nomes de borboletas estavam em "desuso por ser traduções literais do inglês e pouco lógicos", ou então por estar "distante da sociedade" e representavam uma barreira para as pessoas que entravam em contato com um determinado grupo pela primeira vez
Um grupo de especialistas no estudo das borboletas está propondo uma nova lista de nomes comuns para cada uma das 258 espécies de lepidópteros que ocorrem na Espanha, com o objetivo de aproximá-las do conhecimento do público em geral. A iniciativa é interessante e visa contribuir para a divulgação e conservação das espécies destes insetos no país. Segundo Yeray Monasterio, presidente da Associação Espanhola…

Edição Genética Com Responsabilidade

Imagem
Mais de 20 representantes de comitês de ética europeus publicaram um documento de consenso expondo a necessidade de avaliar as implicações éticas, legais e sociais associadas às novas técnicas de edição genética como o CRISPR. O documento propõe a criação de um comitê europeu para avaliar os benefícios, limitações e possíveis riscos destas tecnologias tão promissoras, bem como assegurar o uso responsável destas técnicas. Outra função do comitê seria promover um debate social sobre o uso e aplicabilidade da edição genética

Mais de 20 representantes de comitês de ética europeus publicaram na revista Transgenic Research um documento de consenso expondo a necessidade de avaliar as implicações éticas, legais e sociais associadas às novas técnicas de edição genética. O documento propõe a criação de um comitê europeu encarregado de avaliar os benefícios, limitações e possíveis riscos destas tecnologias tão promissoras, bem como assegurar o uso responsável destas técnicas. Outra função do co…

Papagaios Endiabrados

Imagem
O ornitólogo Dante Martins Teixeira, professor do Museu Nacional do RJ nos oferece uma visão um tanto inusitada da relação entre homens e psitacídeos ao longo da História. Ele nos conta em um artigo publicado recentemente que, em virtude do seu dom de falar, os papagaios eram associados à possessão demoníaca, pois segundo a tradição cristã só existiam três classes de seres dotados do dom da palavra:anjos, homens e demônios. Lutero acreditava estar “o diabo nos papagaios e macacos, sendo esse o motivo pelo qual eles podem imitar as pessoas”. No decorrer da História, alguns psitacídeos mostravam-se tão loquazes que inspiravam a séria desconfiança de serem animais demoníacos ou possessos.


Nos dias de hoje, existe uma forte tendência de humanizar os animais, exemplificando o quanto as relações do homem com o chamado “mundo natural” podem ser multifacetadas, revelando um universo além de qualquer previsão em termos de amplitude e complexidade. Nesse sentido, a existência de aves capazes d…

São os Alienígenas, Extremófilos?

Imagem
Nos últimos tempos os cientistas têm se interessado pela busca dos organismos extremófilos em outros planetas como uma forma de atestar a existência de vida fora da Terra.  No imaginário literário e cinematográfico, os alienígenas (principalmente marcianos) sempre são retratados como seres esguios, esverdeados e de olhos grandes. Mas para a ciência, a constatação da vida extraterrestre em Marte reside no fato de encontrar microrganismos extremófilos debaixo do solo marciano (a chamada biosfera escura). Uma vez que eles vivem em "ambientes extremos" (sob alta pressão e temperatura), eles podem nos dizer em que intervalo as condições de vida são possíveis. Na imagem ampliada, vemos o tardígrado, um exemplo de organismo microscópico extremófilo.
Alguns organismos têm como principal características a capacidade de se proliferarem em ambientes com condições que seriam consideradas extremas e até fatais para a maioria dos outros seres vivos. O fato de viverem em ambientes inóspit…

A História Evolutiva dos Gatos

Imagem
De acordo com um novo estudo, feito com base em análises de DNA antigo, os gatos evoluíram para os animais que conhecemos hoje graças a várias ondas de domesticação e a contribuição do povo do Egito e do Oriente Médio. O estudo, conduzido pela Universidade de Louvain (Bélgica), analisou o DNA de cerca de 200 gatos entre 100 e 9.000 anos de idade e revelou que a população de gatos começou a se dispersar durante o período neolítico. De acordo com a análise dos cientistas, os gatos foram domesticados pelos primeiros agricultores no Oriente Médio há aproximadamente 10.000 anos. As análises revelaram também que todos os gatos domésticos são descendentes do gato-selvagem-africano (Felis silvestris lybica)
Embora a relação entre humanos e gatos seja muito antiga, estes últimos tiveram a sua domesticação relativamente tardia em comparação com os cães. Um novo estudo, conduzido pela Universidade de Louvain (Bélgica), analisou o DNA de cerca de 200 gatos entre 100 e 9.000 anos de idade e rev…

Uma Ciência Que Não Se Reproduz

Imagem
Uma pesquisa recente publicada pela Nature revelou que 90% dos cientistas reconhecem que existe uma crise de reprodutibilidade na ciência. Um grupo de pesquisadores dos EUA, Reino Unido e Holanda assinou nesta semana um manifesto para que a ciência recupere parte de sua credibilidade e confiabilidade perdidas por conta da dificuldade em se reproduzir os experimentos científicos na atualidade. Segundo uma análise, ressalta o manifesto, 85% dos esforços dedicados à pesquisa biomédica “acabam sendo desperdiçados”. “São estudos que nunca chegam a ser aplicados na clínica ou são feitos de uma forma negativa". Na gravura, uma exibição pública de um experimento do renomado físico Michael Faraday (1791-1867)
Uma pesquisa recente publicada pela Nature revelou que 90% dos cientistas reconhecem que existe uma crise de reprodutibilidade na ciência. Isso se deve em parte porque a forma de se produzir conhecimento na atualidade mudou tanto que seria quase irreconhecível para os grandes cientis…

O Primeiro Bug em um Computador da IBM

Imagem
O primeiro “bug” (inseto, em inglês) de computador ocorreu em 1945 numa máquina Harvard Mark II da IBM e foi provocado por um inseto de verdade. Uma mariposa entrou pela janela e entrou na máquina Mark II, na universidade de Harvard e travou todo o sistema. O fato ganhou notoriedade porque o técnico que descobriu a mariposa e a retirou da máquina, anexou o inseto ao seu relatório (foto). Apesar de provavelmente ter espalhado o termo bug na computação, a palavra já era usada como “erro” ou “problema” desde os tempos da Revolução Industrial. Mas o bug mais famoso e caro da história da informática foi a ameaça do Bug do Milênio na virada de 1999 para o ano 2000.
O primeiro “bug” (inseto, em inglês) de computador ocorreu em 1945 numa máquina Harvard Mark II da IBM (sigla para International Business Machines) e foi provocado por um inseto de verdade. Uma mariposa entrou pela janela e entrou na máquina Mark II, na universidade de Harvard e travou todo o sistema. O inseto foi descoberto por …

As Conexões Cerebrais da Monogamia

Imagem
Uma equipe internacional de pesquisadores norte-americanos identificou pela primeira vez as conexões que ocorrem nas áreas de recompensa do cérebro de roedores silvestres, responsáveis pelo seu comportamento monogâmico. Os animais estudados são conhecidos por ser um dos poucos mamíferos socialmente monogâmicos, ou seja,  aqueles que permanecem com o mesmo parceiro pelo resto da vida. De acordo com a equipe, durante a formação deste vínculo afetivo , o córtex pré-frontal -uma área envolvido na tomada de decisão-  ajuda a controlar as oscilações rítmicas dos neurônios no núcleo accumbens.
Uma equipe internacional de pesquisadores, liderados pela Universidade de Emory nos Estados Unidos, analisou as conexões que ocorrem nas áreas de recompensa do cérebro de roedores silvestres da espécie Microtus ochrogaster para entender o comportamento monogâmico destes animais.  As ratazanas-das-pradarias, como estes roedores são chamados, permanecem com o mesmo parceiro durante toda a vida. São conhe…

Frankenstein e o Veganismo de Mary Shelley

Imagem
Escritora britânica Mary Shelley, criadora do monstro de Frankestein, um dos personagens mais emblemáticos da literatura mundial teve uma vida pautada pelo vegetarianismo. Desde cedo, Mary foi incentivada por seus familiares e amigos a entender que o consumo de carne dependia do sofrimento animal.O estilo vegano da escritora está refletido no seu personagem maior que, apesar de sua aparência monstruosa, se alimentava estritamente de bagas e oleaginosas, não de carne, já que ele não via sentido nem necessidade em matar animais para se alimentar.
“Não tenho que matar o cordeiro e a cabra para saciar o meu apetite. Bolotas e bagas são o suficiente para a minha alimentação. Minha companheira vai ser da mesma natureza que a minha, e vai se contentar com o mesmo que eu. Faremos a nossa cama de folhas secas; o sol vai brilhar sobre nós da mesma forma que brilha sobre os homens, e ele vai amadurecer a nossa comida. A imagem que apresento a vocês é humana e pacífica.” Esta passagem carregada d…

Orangotangos Mamam Até os 8 anos ou Mais

Imagem
Uma equipe internacional de pesquisadores reconstruiu a história alimentar de orangotangos silvestres a partir dos níveis de bário encontrados nos dentes desses animais e constataram que alguns orangotangos imaturos podem mamar até os oito anos de idade ou mais, o que excede a idade máxima de desmame relatado em outros primatas não-humanos. Eles verificaram a presença de padrões cíclicos de lactância, determinados pela disponibilidade de alimentos sólidos como frutas e de outros fatores ambientais que afetam o período de amamentação dos orangotangos 
Devido às dificuldades em se estudar o comportamento dos orangotangos em seu ambiente natural, os cientistas estão reconstruindo a história da dieta alimentar de orangotangos silvestres usando os dentes desses animais como biomarcadores. Partindo desta metodologia, uma equipe de pesquisadores da Escola de Medicina Icahn do Hospital Monte Sinai dos Estados Unidos e da Universidade de Griffith da Austrália, descobriu que alguns orangotangos…

Álcool e Jornalismo Científico: Uma Mistura Perigosa

Imagem
Uma  declaração mal interpretada de um pesquisador contribuiu para difundir a ideia equivocada que a cerveja teria efeitos analgésicos muito superiores ao do paracetamol. Diversos meios de comunicação deram a notícia distorcendo o conteúdo presente no artigo científico que originou a matéria e as redes sociais se encarregaram de propagar o erro. Na verdade, os autores estavam mostrando no estudo que o álcool é um analgésico eficaz que induz uma redução clinicamente relevante em testes de dor, o que  poderia explicar seu uso indevido por pessoas com dor crônica, apesar das possíveis consequências sobre a saúde a longo prazo
Na semana passada, compartilhei na minha página pessoal no Facebook um link para uma matéria de um site espanhol chamado Xataka Ciência, a qual destacava os efeitos analgésicos da cerveja. Ao ver o título sensacionalista " Te duele algo? Tómate una copa, uno dos los mejores analgésicos" ("Algum coisa te dói? Toma um copo de um dos melhores analgésic…

O Lado Sombrio da Internet

Imagem
Além da internet que você usa em seu dia-a-dia, existe uma internet invisível, com milhares de sites e páginas de conteúdo, mas que você jamais conseguirá acessar. É a chamada "deep web" ou "web oculta", um termo que se refere a todo aquele conteúdo que não pode ser indexado pelos sites de busca e, dessa forma, não está disponível diretamente para quem navega na internet. Embora seja possível afirmar que exista muito conteúdo de qualidade na deep web, há também um grande perigo, uma vez que a navegação anônima em sites ocultos pode liberar conteúdos ilegais bastante maléficos.Desde 2001, a deep web recebe atenção especial por parte de órgãos investigadores em busca de pistas de crimes virtuais. Assim como a grande rede aberta, o lado oculto da internet também revela segredos nocivos que, se mal-utilizados, podem trazer sérios problemas para todos os envolvidos.
Você certamente fica maravilhado com a quantidade de recursos e de conteúdo que pode acessar usando a int…

O Mito da Magreza

Imagem
Associado ao empoderamento feminino, a valorização do corpo magro e jovem tem contribuído para aumentar os distúrbios ligados à alimentação, as cirurgias plásticas, a pornografia e a necessidade artificialmente provocada de corresponder a um modelo idealizado de mulher, em que a velhice e a obesidade, mais do que pecados, são motivos para a estigmatização. Atualmente, ser magra parece ser a prioridade número 1 de muitas mulheres, pois esta condição agora também está atrelada a um indicativo de uma boa saúde. 
Em seu livro O Mito da Beleza, publicado na década de 1990, a jornalista estadunidense e reconhecida escritora feminista, Naomi Wolf defende que há mecanismos que dominam a mulher na sociedade e sempre que ela consegue se libertar de um, outros mecanismos são criados para se manter este domínio. Para mostrar como a indústria da beleza e o culto à bela fêmea manipulam imagens que minam a resistência psicológica e material femininas, reduzindo as conquistas de mais de 20 anos de lu…

A História Oculta da Diversidade Canina

Imagem
Cientistas examinaram os genomas de 1346 cachorros para criar um dos mais variados mapas filogenéticos já produzidos, traçando relações entre as raças. Mapa genético contendo mais de 160 raças mostra como as raças se relacionam proporcionando abundantes informações sobre suas origens. A nova árvore genealógica de cães revela a história oculta do melhor amigo do homem, além de mostrar como o estudo dos genomas caninos pode ajudar na pesquisa de doenças humanas.

Em um estudo publicado esta semana na revista Cell Reports, cientistas examinaram os genomas de 1346 cachorros para criar um dos mais variados mapas filogenéticos já produzidos, traçando relações entre as raças. O mapa contendo mais de 160 raças, mostra os tipos de cães que seres humanos cruzaram para criar as raças modernas, e revela que os cães gerados para realizar funções semelhantes, como os de trabalho e pastoreio, não necessariamente compartilham as mesmas origens. As análises até sugerem que houve um tipo primitivo de cã…

O "Reality Show" dos Pinguins

Imagem
Para conhecer detalhes de como é a vida dos pinguins-gentoo (Pygoscelis papua) durante o rigoroso inverno no extremo sul da Península Artártida Ocidental, pesquisadores britânicos e argentinos instalaram câmeras fotográficas em sete locais de reprodução da espécie. As câmeras foram espalhadas pela Argentina, Antártica e algumas ilhas e enviaram diariamente entre 8 e 14 fotografias para um site na internet, entre os anos de 2012 e 2014. As imagens eram acompanhadas por um grupo de voluntários que contavam os animais registrados. As fotografias retratam cerca de 1400 horas da vida dos pinguins, inclusive durante o rigoroso e escuro inverno antártico. 
Com a finalidade de conhecer como é a vida dos pinguins-gentoo (Pygoscelis papua) durante o rigoroso inverno no extremo sul da Península Artártida Ocidental, pesquisadores da Universidade de Oxford (Reino Unido) e da Argentina, instalaram câmeras de lapso de tempo em sete locais de reprodução da espécie. As câmeras fotográficas foram espal…

Causa da Morte: Obsessão Por Sexo

Imagem
Cientistas australianos analisaram como o período de acasalamento intenso afeta uma população de cobras listradas (Thamnophis sirtalis), no Canadá. O estudo mostra que, durante este período, os indivíduos se envolvem em orgias em que milhares de machos procuram desesperadamente acasalar-se com uma fêmea. A competição é tão intensa que, durante aquelas semanas os machos não comem, aproveitam a maior parte de seu tempo para procriar e brigam por fêmeas que não gastam mais de três dias em atividades reprodutivas. Como consequência, envelhecem e morrem bem mais cedo que as fêmeas. Na foto, vemos uma fêmea (maior) perseguida por vários machos (menores).
Cientistas da Universidade de Sydney, na Austrália, analisaram como o período de acasalamento intenso afeta uma população de cobras listradas da espécie Thamnophis sirtalis, em Manitoba no Canadá. O estudo mostra que, após um período de hibernação de 8 meses em tocas subterrâneas, os indivíduos desta espécie emergem em massa na primavera, f…

20 Anos de um Clássico da Ornitologia Brasileira

Imagem
Lançado em 1997, o livro Ornitologia Brasileira (já esgotado) do ornitólogo alemão naturalizado brasileiro Helmut Sick é a principal obra de referência sobre a avifauna brasileira, tanto para pesquisadores como para observadores de aves. O livro está completando 20 anos e  sintetiza a larga experiência do autor com as quase 1.700 espécies de aves que ocorrem no Brasil e traduz numa linguagem acessível toda a sua experiência fundamentada em mais de 50 anos de cuidadosas e pacientes observações.
Nos primórdios da nossa internet, quando ainda não havia WikiAves ou qualquer outra página de identificação de aves, a principal referência dos ornitólogos brasileiros era o livro Ornitologia Brasileira de Helmut Sick. Passados 20 anos, esse livro ainda permanece como a nossa melhor referência para se estudar as aves brasileiras. O livro é tão importante que foi apelidado de "bíblia da ornitologia brasileira". Em 1985, Sick havia lançado em dois volumes pela editora da Universidade de …