Na Era do Livro Digital


O livro digital (eBook) é um livro com um conteúdo apresentado em um suporte físico diferente. O formato de livro digital mais conhecido é o PDF, mas que ultimamente está perdendo terreno para outro formato, o ePub. Na fotos, as capas dos meus livros  digitais lançados pela Editora Saraiva no formato ePub.

A evolução do livro é uma história de progressos tecnológicos. Desde o surgimento da escrita, a evolução do suporte usado para o transporte das informações sempre cresceu, melhorou e se desenvolveu, seguindo o fluxo da história e do avanço tecnológico. 
Nessa ótica, pode-se constatar que nada no livro impresso é natural. Ele é um objeto tecnológico. Exceto a concepção da ideia, o resto está permeado de tecnologia, desde o papel e a caneta usados para escrever as primeiras ideias do autor até o momento da impressão e entrega do objeto livro. 
Quando falamos de livro digital falamos de uma realidade complexa e cheia de pequenas diferenças e características específicas.  O livro digital (eBook) é um livro com um conteúdo apresentado em um suporte físico diferente. Se no impresso temos o conteúdo distribuído em folhas de papel, no eBook temos o conteúdo apresentado por um aparelho eletrônico, seja computador, tablet ou eReader. A importância do conteúdo e algumas características fundamentais permanecem também na versão digital do livro.  
O formato de livro digital mais conhecido é o PDF, mas que ultimamente está perdendo terreno para outro formato, o ePub. O fator principal que está fazendo com que o ePub seja o preferido é o fato de se adaptar sem dificuldade a qualquer tamanho de tela de aparelho. 
O ePub trata-se de um padrão internacional para eBooks, livre e aberto, organizado por um consórcio de empresas chamado IDPF – International Digital Publishing Forum. Encabeçam o IDPF empresas como Sony, Adobe, Microsoft, entre várias outras. 
O ePub é um arquivo produzido em XHTML, basicamente os mesmos códigos usados por uma página simples da Internet (HTML), acompanhado de uma folha de estilos .CSS para o controle do design e da diagramação. Imagens e fotos são embaladas, junto com o conteúdo – um arquivo para cada capítulo, em um arquivo com extensão .ePub. Essa extensão é reconhecida pelo computador, também, como um arquivo compactado. 
A adoção do formato ePub, internacionalmente, decorre de duas necessidades básicas. A primeira, estabelecer um padrão aberto para os eBooks, que não pague royalties para nenhuma empresa e possa ser aperfeiçoado ao longo do tempo, à medida que o mercado evolui. A segunda, bastante prática, é permitir que o livro possa ser lido pela maior quantidade de aparelhos e programas possíveis, usando apenas um formato, para economizar tempo e dinheiro através de toda a cadeia de produção de eBooks. Por isso, a escolha da linguagem XHTML e a simplicidade do formato ePub foram decisões refletidas, que visaram facilitar a adoção e o emprego do formato sem maiores dificuldades e investimentos. 
Um livro feito em ePub permite que a leitura seja uma experiência boa em qualquer tipo de tela, independente do tamanho, ou do sistema. Pode-se aumentar ou reduzir o tamanho da fonte, alargar ou diminuir o tamanho da página. Com isso, é possível ler o mesmo eBook, o mesmo arquivo, em vários aparelhos, tanto faz se a leitura é no celular, no iPhone, no Sony Reader ou no PC. O texto é redimensionado automaticamente para o tamanho da tela.
O mercado de eBooks iniciou no Brasil há bem pouco tempo atrás e por isso ainda não estamos acostumados ao linguajar e às novidades que este vem trazendo. Uma das primeiras diferenças é que no livro impresso temos o nosso conteúdo distribuído em uma pagina fixa e que permanece sempre a mesma. Podemos deixar espaços, ou preencher toda a página com texto ou imagens. O que fizermos será visto pelo leitor, tudo exatamente na mesma posição que foi definida ao criar o livro. No eBook em formato ePub as coisas funcionam de maneira diferente, temos um texto com imagens que é “fluido”
Para conseguir entender melhor como funciona este formato “fluido” podemos imaginar o ePub como um “formato liquido”. Todo mundo sabe que a água é um típico estado da matéria que toma a forma do recipiente onde se encontra. Um ebook neste formato faz exatamente isto! Conforme o “recipiente”, se adapta tomando a forma que este possui e literalmente o texto flui e se encaixa no tamanho da tela, seja esta pequena ou grande! 
Na prática isto significa que conforme o aparelho onde a pessoa for ler ele irá ver uma “página” diferente, conforme o tamanho da tela do aparelho que ele esta usando.  
Se você deseja conhecer mais sobre a publicação eletrônica de livros, a Editora Saraiva disponibiliza vários títulos no formato ePub. Inclusive os meus livros A Genética e a Ancestralidade do Brasileiro e A Culpa É da Evolução  ambos lançados pela editora por um preço promocional . Acesse a página de vendas da Saraiva, adquira o livro e comece a explorar agora a forma de ler do futuro.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Mariposa da Morte

Tecnologia Indígena

A Importância Ecológica das Baratas